A Barbárie dos Tempos Modernos

domingo, abril 13, 2003

Confesso que fiquei emocionado e que não me foi possível conter as lágrimas que, insistentes, teimaram em rolar até os cantos de minha boca, cujos lábios tremiam num ritmo tão alucinante e febril que quase me impediram de terminar de ler esta declaração do ministro José Dirceu :

" tenho autoridade para dizer que eu gosto de Cuba, do país, do povo de Cuba. Sou devedor. Não vou renunciar nunca a isso. Tenho amigos no governo de Cuba. Agora, isso quer dizer que eu concordo? Claro que não. Tenho constrangimento em falar das minhas divergências com Cuba? Tenho. Como o filho tem de um pai que o criou mas que tem defeitos graves. Então eu tenho constrangimento em falar, procuro não falar. "