A Barbárie dos Tempos Modernos

sexta-feira, abril 25, 2003

Essa é do Sarney :

" Bagdá e os Novos Baianos

Com um mundo globalizado, só a cultura identifica e distingue. Se algum dia o Brasil acabasse, nada restasse de nossas árvores, de nossas cidades, de nossos rios, de nossa gente e de nossas montanhas, o silêncio boiasse num mar sem águas, de areias e ventos, e um deserto imenso cobrisse a face do que já não éramos... Mas, se no meio desse nada, desse vazio que não cabe na nossa imaginação, restasse somente um longo disco da música popular brasileira, bastaria isso para que se soubesse que aqui existira uma grande civilização, uma formidável cultura. "

Para mim, só seria possível ter uma idéia do que é o Brasil hoje se encontrassem um CD de Bezerra da Silva cantando " Vou apertar mas não vou acender agora ".