A Barbárie dos Tempos Modernos

domingo, agosto 24, 2003

A trajetória de um esquerdista

A primeira coisa que um sujeito de esquerda faz quando começa a criar juízo e admitir que muitas das posições que defende são absurdas é tentar conciliar suas novas bandeiras com o pensamento de esquerda. Ele admite que está errado em diversos pontos, mas não percebe que aqueles pontos só faziam sentido antes porque eram justificados pela forma de pensar esquerdista. É chegada a hora da decisão. Se ele tiver um pouco de honestidade intelectual, à medida que a quantidade de erros percebidos for se acumulando, vai ficando cada vez mais claro que o problema é muito mais profundo do que ele imaginava. Esse é um momento trágico na vida dessa pessoa, porque o esquerdismo não é apenas uma postura política, mas uma maneira de viver. Ele se vê na iminência de ter que mudar toda a sua concepção de vida. Da sua coragem depende o seu renascimento. E essa coragem tem tudo a ver com o grau de honestidade intelectual. Se ela não for suficiente, esse cara vai passar sua vida inteira tentando arranjar desculpas para tudo que não se coaduna com a sua forma de pensar e tentando convencer outras pessoas de que suas intenções são sempre boas porque , afinal, ele é um esquerdista, e a esquerda só quer o bem de todos.

Honestidade intelectual : é só isso que falta ao mundo.