A Barbárie dos Tempos Modernos

sexta-feira, setembro 26, 2003

Apostando na Negritude

Devido à confusão causada pela lei das cotas raciais, estão querendo instituir padrões para caracterizar uma pessoa como negra, com o nobre objetivo, é claro, de evitar que alguns brancos espertos se aproveitem da medida, porque já está definido - estão ouvindo ? - somente os negros podem se aproveitar dela !

Então fiquei imaginando como será a reação dos pais ao nascimento de um filho daqui para diante :

Após admirar e se encantar com a criança e fazer os habituais comentários elogiosos, começam a pensar no futuro. O pai, com um manual cheio de fotos explicativas na mão, começa a "vasculhar" o corpo do filho todo e a fazer contas e mais contas :

- Aqui diz que nariz achatado vale 10 pontos e que lábios grosssos valem 8, mas estou com dificuldade de definir a cor da pele; essas fotos não estão muito nítidas. É o critério que vale mais pontos. Ajude-me um pouco, mulher, afinal a culpa será sua se ele não puder ser classificado como negro; quem manda ser branquela !

E a mulher retruca :

- E você com esse cabelo liso ! Veja o meu, esse sim é de negro ! Olhe aí quanto vale cabelo crespo.

E o marido, empolgado :

- Vinte pontos, beleza !

E os dois se abraçam e comemoram. Mas, depois de continuar o "exame", o pai declara, abatido :

- É, mulher, mas ainda falta bastante. Não sei não, acho que esse menino vai ter que estudar é muito para entrar numa universidade ou para arranjar um emprego público. São 200 pontos para que seja caracterizado como negro. Aí ele só precisaria acertar 20 % das questões, mas se não atingir os pontos necessários indicados nesse manual, então só terá chances se acertar no mínimo 70 % das perguntas.

- Tem nada não, diz a mãe, já quase conformada. Se Deus não lhe deu a dádiva de ser negro, haverá de lhe dar muita inteligência !

- Que Deus te ouça !

E, com lágrimas nos olhos, os dois se abraçam mais uma vez, olhando com ternura para o filho.