A Barbárie dos Tempos Modernos

sábado, outubro 11, 2003

Quando a educação é pior que a "ignorância"

Este post vai parecer inicialmente uma discordância com relação ao trecho do texto de Olavo que postei aí abaixo. Mas, na verdade, apenas o reforça.

Não é verdade que o simples fato de não ler ou de não estudar torne alguém um total ignorante. Há uma sabedoria peculiar àquele que não estuda. Ele a busca e a apreende através de suas próprias reflexões sobre os acontecimentos de sua vida e do mundo, se tiver interesse de pensar sobre isso, é claro. É uma sabedoria diretamente pouco contaminada pelo pensamento dos intelectuais. Indiretamente, ela sofre influência daquilo que eles veiculam na mídia. Mas tenho percebido que quanto menos estudo tem um brasileiro (estou generalizando), menos ele se deixa influenciar por ela e mais segue sua própria sabedoria e aquela que aprendeu através da tradição que adquiriu dos seus pais.

Agora, particularizando : conversava com um amigo sobre a balbúrdia que os estudantes causaram aqui em Salvador. Ele elogiava, dizendo que eles poderiam mandar na cidade se quisessem, e que aquilo era uma vitória para o povo. Ele não é nenhum estudioso da política, não tem nenhum conhecimento nessa área, portanto é lógico que seu pensamento é apenas uma mera repetição da idéia da luta de classes propagandeada há mais de 20 anos na mídia nacional. Conversando com um vidraceiro, perguntei-lhe o que achava, e ele me respondeu : "ora, aquilo é coisa de quem não tem o que fazer. Eles deveriam estar estudando e não atrapalhando a vida dos outros."

A menor contaminação do vidraceiro pela ideologia divulgada na mídia se deve ao simples fato dele não ter sido previamente "preparado" para ser influenciado por ela. Ou seja, por não haver freqüentado uma escola e não ter recebido lá a doutrinação marxista, ele não se deixa influenciar facilmente por aquilo que a mídia tenta colocar na cabeça dele. É essa a razão, inclusive, para a esquerda ter levado tanto tempo para chegar ao poder. O povo não cedeu facilmente à lavagem cerebral que teve início há mais de 2 décadas.

O que seria melhor : manter-se "ignorante" ou receber essa educação que é transmitida hoje nas escolas brasileiras ?