A Barbárie dos Tempos Modernos

terça-feira, dezembro 09, 2003

Os Dez Mandamentos da Felicidade

Ser belo - dica : faça uma plástica facial de forma que fique parecendo uma mistura de Fábio Assunção com Brad Pitt. É garantia de sucesso nacional e internacional.

Estar em forma - dica : faça pelo menos 4 horas de exercícios aeróbicos e 2 horas de musculação por dia. Caso lhe falte um tempinho, há alguns profissionais cobrando menos de 300 mil dólares para realizar uma lipoaspiração global.

Parecer inteligente - não é necessário ser inteligente, basta parecer que é. Dica : dê respostas vagas para todas as perguntas que lhe fizerem, mas sempre inclua "social" no final das frases e conclua com algo que comece com "a sociedade como um todo".

Praticar sexo com mulheres bonitas - dica : primeiramente, siga todas as dicas anteriores, já será meio caminho andado. Depois, dê um jeito de ficar famoso e aparecer na TV no mínimo duas vezes por semana.

Ser esperto - a dica é desnecessária, pois, se você comprou este livro, é porque é esperto.

Evitar a depressão - dica : tome diariamente dois comprimidos de Prozac e um de Efexor. Se isto lhe deixar muito agitado, tome Diazepam.

Não ler - dica : procure nunca seguir o conselho de amigos esquisitos, desses que não vão a festas nem vivem em farras. São perigosos, não se aproxime deles. Se lhes der atenção, pode acabar lendo Dostoiévski, Cervantes, Proust ou Machado de Assis, a aí nenhuma dica anterior funcionará.

Rezar somente o necessário - dica : peça a Deus que lhe ajude a atingir todos os objetivos que listei aqui, mas não se exceda, uma oração por mês é suficiente. O que as pessoas vão pensar de você ? Nós vivemos no mundo da ciência e da tecnologia. Contenha-se !

Ser antenado - dica : procure ler as manchetes dos principais jornais diariamente. Você sempre terá assunto para conversar em festas e bate-papos com amigos e nunca parecerá um cara chato.

Parecer estar sempre animado - dica : mesmo que não esteja gostando do ambiente, nunca demonstre. Ria sempre daquela piada horrível que você já ouviu trezentas mil vezes e conte uma mais antiga ainda logo em seguida, mas não esqueça de antes olhar para seus amigos com um ar de "não fui eu que comecei, agora agüentem".