A Barbárie dos Tempos Modernos

terça-feira, fevereiro 17, 2004

Da série Diálogos

- E então é carnaval. Mas e Dirceu e Waldomiro?

- Que nada, é carnaval, é carnaval! Você vai negar ao povo o direito de esquecer os problemas até no carnaval, não é? Que crueldade!

- Negar? Quem sou eu para negar alguma coisa? Serei o primeiro a esquecê-los. Até porque tudo aconteceu antes do Governo Lula, portanto podemos ficar despreocupados. Depois que Luís Inácio assumiu, o mundo mudou, tudo ficou mais bonito.

- Com quem será que Débora Seco está namorando atualmente?

- Que nada, é carnaval, é carnaval, vamos esquecer os problemas.

- Sim, mas depois vou querer saber de tudo direitinho. Promete que me conta?

- Claro, eu vi o último TV Fama.

- Por que essa rua está interditada? Terei que dar a volta? Vou me atrasar uns 30 minutos.

- Que nada, é carnaval, é carnaval! Deixe o tempo passar.

- Espere, mas tenho que chegar em casa logo para saber como vai terminar Memórias do Subsolo.

- Cara, o livro está lá, você pode ler a qualquer hora.

- Quem disse? E se me roubarem? Estou com pressa, sai da frente, vou passar por aqui mesmo.

- Mas a rua está interditada.

- Por que?

- Ora, por causa do carnaval.

- E você quer que eu esqueça os problemas, hein? Como vou esquecer se os problemas já começam por causa do carnaval?