A Barbárie dos Tempos Modernos

terça-feira, março 23, 2004

Loucura objetiva

A loucura é o egoísmo levado a sério e sem disfarce, porque o disfarce é o último resquício de solidariedade.

Ela começa com um subjetivismo profundo e atinge o limite quando já não se consegue pensar em ninguém. O problema é que, quando já não se pensa em ninguém, também já não se pensa em si mesmo. Nesse ponto, há a perda de identidade. Restam apenas as coisas, os objetos. A loucura é assim: começa com o extemo do subjetivismo e termina com o mais puro objetivismo.

O subjetivismo é a busca da loucura e o objetivismo é a sua posse.