A Barbárie dos Tempos Modernos

domingo, abril 11, 2004

Católico

Depois que recebi o sacramento do matrimônio, já pude começar a levar uma vida completamente católica, o que me deixou imensamente feliz, apesar das dificuldades iniciais, devido às enormes mudanças em minha rotina diária.

Na semana santa, por exemplo, tantas foram as minhas ocupações e pensamentos relacionados às coisas do Alto que nem tive tempo para escrever sobre nenhum desses fatos:

- Para diminuir o apoio a Bush, os terroristas voltaram a fazer baderna no Iraque. Eles aprenderam com o atentado na Espanha. Já sabem como manipular a opinião pública.
- Diogo Mainard enfatizou uma das peculiaridades do brasileiros, que acha que todo político é ladrão mas faz questão de entregar suas melhores empresas a eles.
- Muitos colunistas defenderam a não inspeção do programa nuclear brasileiro, justificando que ele é tão bom que outros países querem copiá-lo, por isso insistem em acompanhá-lo de perto. Assim fiquei sabendo que além de inocentes, somos uma potência tecnológica.
- Palocci disse que esquerdismo é bobagem. Logo agora que eu estava levando a coisa a sério...
- A CNBB pediu pressa ao Governo na questão da Reforma Agrária. Pelo visto, foram eles que esqueceram das coisas do Alto.

Mas não esqueci de publicar o excelente ensaio do Fabio Ulanin no Oito Colunas.