A Barbárie dos Tempos Modernos

sexta-feira, julho 02, 2004

Por um povo menos educado

Costumo freqüentar a missa de um humilde frei, que acabou celebrando o meu casamento. Tornamo-nos amigos. Sua característica principal é o total desligamento do mundo. Ele não apenas não entende como não se interessa por qualquer tema social ou político. Seu sermão é marcado por conselhos de ordem pessoal, em que a relação homem-Deus é constantemente enfatizada. Considerando os tempos em que vivemos, isso é um verdadeiro milagre. No período em que esteve de férias, fiquei perdido, sem saber para onde ir.

Depois de algum tempo de convivência com ele, reforçou-se em mim a idéia de que é o excesso de informações do mundo atual, quase todas repassadas sob o viés socialista, que tem deformado a moral do homem moderno. Sim, porque o frei nada entende de política, mas sabe muito bem distinguir o bem do mal, por isso qualquer slogan esquerdista é logo percebido como maldade, mesmo que não saiba identificar as origens nem as conseqüências sócio-político-econômicas daquele pensamento. O que ele sabe é que Deus não o aprovaria.

É por isso que chego a tremer quando dizem que o que nosso povo precisa é de educação, porque tenho certeza que ele seria muito mais bem educado se não lhe fosse fornecida nenhuma educação do tipo que é ensinada hoje em dia.