A Barbárie dos Tempos Modernos

sexta-feira, abril 15, 2005

Uma questão de confiança

As fontes de informações do mundo moderno são inúmeras. É difícil sabermos em quais devemos confiar. Mas é relativamente fácil saber a que se ater. Uso o seguinte método: quando percebo, em minhas investigações, que determinado autor costuma ser coerente em suas argumentações e que apenas raramente escreve sobre algo que não tem conhecimento, classifico-o como confiável. Quando se atreve a falar de tudo, sem o mínimo embasamento para tanto, excluo-o de minhas fontes de estudo.

Apesar de ser meio óbvio, este método não é muito utilizado. A maioria das pessoas gosta dos autores com os quais concorda previamente, ou seja, os que reforçam suas crenças, excluindo de suas fontes os que não comungam com suas idéias.

Um exemplo claro é o de Janer Cristaldo. A reação da maioria dos leitores do Mídia Sem Máscara às baboseiras que ele tem escrito sobre a Igreja e o cristianismo é esta: "ele escreve bem sobre política, mas não entende de religião". E tudo porque concordam com o que ele escreve sobre política e discordam do que escreve sobre religião. Minha reação é outra. Quem é capaz de usar de tal número de sofismas e de acreditar que pode argumentar com tamanha pretensão sobre algo que não tem o menor conhecimento, é também capaz de fazer o mesmo quando trata de qualquer outro assunto. Portanto, daqui para frente, todas as opiniões emitidas pelo Janer, sobre o que quer que seja, serão por mim checadas nos mínimos detalhes, mesmo que concorde previamente com elas, aliás, principalmente se concordar com elas. Cristaldo não é mais um autor confiável. Foi ele quem quis assim.