A Barbárie dos Tempos Modernos

quarta-feira, julho 27, 2005

Brasil, o país do real

Sempre houve corrupção, tanto no Brasil quanto no resto do mundo. Mas, deixando de lado as questões políticas, o que mais incomoda é o baixo nível da corrupção petista. É bem verdade que o presidente Clinton teve seu nome associado a charutos enfiados em vaginas, mas foi um caso isolado e não envolvia dinheiro.

As notícias dos jornais e revistas de hoje se assemelham aos romances brasileiros modernos, com aquele ar sombrio e desagradável, em que ratos, lixo e cachaça são citações constantes. Qualquer autor de histórias policiais um pouco mais elegantes pensaria num apetrecho sofisticado, onde o ladrão pudesse esconder o roubo. Algo inteligente, difícil de imaginar. Aqui eles o escondem na cueca. Na cueca! E ainda dizem que o brasileiro é criativo. Tenho certeza que até Fernandinho Beira-Mar deve estar dando risada. Posso até vê-lo desligar o televisor e comentar baixinho consigo mesmo que eles precisam de uma aulinha.

A realidade brasileira não serve nem como ficção. Até Sidney Sheldon faria melhor.