A Barbárie dos Tempos Modernos

segunda-feira, julho 25, 2005

Palavras de Eric Voegelin

O risco de um colapso da fé em grau socialmente significativo aumenta na medida em que o Cristianismo penetra inteiramente numa área civilizacional, com o apoio de pressões institucionais, e, ao mesmo tempo, sofre um processo interno de espiritualização, de realização mais plena de sua essência. Quanto mais pessoas são atraídas para a órbita cristã, de moto próprio ou sob pressão, maior será o número daqueles que não possuem a força espiritual exigida para a heróica aventura da alma que é o Cristianismo. A probabilidade da perda da fé aumenta também na medida em que o progresso civilizacional da educação, da alfabetização e do debate intelectual faz com que toda a seriedade do Cristianismo seja compreendida por um número crescente de pessoas. Esses dois processos caracterizam o apogeu da Idade Média. Os pormenores históricos não vêm ao caso; basta mencionar o crescimento das sociedades urbanas, com sua intensa cultura espiritual, como centros primários a partir dos quais o perigo se irradiou a toda a sociedade ocidental.

(...)

o gnosticismo medieval está ligado ao gnosticismo contemporâneo por uma linha de transformação gradual. E, na verdade, a transformação é tão gradual que seria difécil decidir se os fenômenos contemporâneos devem ser classificados como cristãos, já que derivam claramente das heresias cristãs da Idade Média, ou se os fenômenos medievais devem ser classificados como anticristãos, por serem claramente a origem do anticristianismo moderno. O melhor é deixar de lado tais questões e reconhecer à essência da modernidade como o crescimento do gnosticismo.

(...)

Não se deve esquecer jamais que a sociedade ocidental não é inteiramente moderna, e sim que a modernidade é um tumor dentro dela, em oposição à tradição clássica e cristã.

2 Comments:

  • Tratam-se de citações?
    Se, sim, você pode disponibilizar a fonte, particularmente da terceira citação?
    Agradeço, desde já,
    Ricardo Malta.

    By Anonymous Anónimo, at 9:48 da manhã  

  • Ricardo Malta,
    São citações do livro "A NOVA CIÊNCIA DA POLÍTICA", é só baixar na net.
    Procure no google.

    abraço.

    By Anonymous Anónimo, at 8:19 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home